Faça sua reserva!

Para que possamos contiar oferecendo aos visitantes toda a beleza de nossa propriedade, cobramos por pessoa:

R$10,00 para passar o dia;
R$20,00 para acampar com barraca própria;
R$30,00 para pernoitar em nossas cabanas.


Para grupos, aluguel com exclusividade:

R$ 700,00 – A VISTA, mediante pagamento via depósito bancário antecipado;



OU


R$ 800,00 – pagamento em DUAS PARCELAS, sendo 50% efetuado no ato da reserva mediante depósito bancário e o saldo em dinheiro, na chegada a fazenda.


EXTRAS:


ENCOMENDA DE FOGUEIRA GRANDE:


Boa sugestão para confraternizações! Basta solicitar por e-mail ou telefone antecipadamente, que a preparamos. CUSTO: R$ 100,00 (sob consulta);

A Fazenda Schacht oferece os visitantes:

- Churrasqueiras;
- Fogões à lenha;
- Cabanas para aluguel;
- Área para camping;
- Banheiros com chuveiros (água quente);
- Pias e geladeira coletiva.

Além de trilhas para caminhadas;
Cachoeiras;
Caverna e lagoas.

Não dispomos de:
- Roupa de cama;
- Toalhas;
- Café da manhã;
- Serviço de bar e cozinha;
- Televisão;
- Telefone;
- Internet.

Camping – o que é?

Acampamento (do inglês, camping) é um local onde se estabelecem barracas ou tendas, geralmente com proximidade à natureza onde toda a infra-estrutura é levada pelos campistas, tal prática é conhecida por campismo.

É um local, especialmente urbanizado, que contém uma infra-estrutura destinada ao estabelecimento de tendas, ou ao estacionamento de caravanas e autocaravanas que permitam um alojamento temporário, de natureza turística, normalmente em tempo de ferias com a finalidade de permanencia por um determinado tempo. Modernamente os parques de campismo são também locias de imaplantação de bungalows, ou outro tipo de vivendas de maior conforto, e dispõem de equipamentos variáveis de acordo com a sua classificação, podendo incluir piscinas, campos de jogos, restaurantes, minimercado etc.

Nos Estados Unidos e em outros países, o acampamento funciona como uma colônia de férias, com infra-estrutura já presente, como dormitórios e refeitórios.

Existem também os acampamentos de trailers.

No Brasil mesmo existe um grande número de acampamentos para jovens e crianças. Localizados em fazendas com infra-estrutura necessária para abrigar a todos confortavelmente. A grande maioria é monitorada por equipes experientes que organizam, acompanham e também participam de jogos durante os dias em que as crianças ficam hospedadas. Normalmente com a duração de uma semana, este período ficam apenas sob os cuidados da monitoria e superiores, sem a presença dos pais. Nestes lugares as crianças podem aprender muitas coisas novas que não aprenderiam sob os cuidados e costumes cotidianos, além de aprender a conviver com pessoas diferentes e muitas situações diferentes.

Atualmente existem muitos campings espalhados pelo Brasil que oferecem ótima infra-estrutura para os campistas, onde a estes basta levar sua barraca e acessórios de uso pessoal e coletivo do grupo de campismo.

Há quem prefira o acampameto selvagem, em lugares de difícil acesso, sem infra-estrutura.

Nesse tipo de acampamento o campista deve levar todos os equipamentos e suprimentos.

No Brasil existe um grande número de publicações especializadas em campismo como o Camping Selvagem, WebAdventure, etc.

Equipamentos básicos para Acampamento

  • Barraca
  • Saco de dormir ou sleeping bag
  • Isolante térmico
  • Fogareiro portátil para preparo de comidas
  • Lanterna
  • Roupas variadas que atendam as condições climáticas do local (vento, chuva, frio, calor, presença de água e umidade)
  • Mochila
  • Kit de primeiros socorros
  • Calçado adequados
  • Mapas, bússula, GPS (dispositivos para localização)
Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Acampamento (acesso em: 24/01/2010)

A FAZENDA SCHACHT COM EXCLUSIVIDADE PARA SEU GRUPO

-->
  Para quem deseja passar o final de semana apenas com seu grupo de amigos, seja para curtir a tranquilidade do lugar ou para a realização de aniversários ou confraternizações, sugerimos a reserva da Fazenda Schacht COM EXCLUSIVIDADE.
PRINCIPAIS VANTAGENS:
Ø  Poder estender sua confraternização após as 21:00 horas (som permitido);
Ø  Não correr o risco de encontrar outros grupos de pessoas com estilo musical diferente ao seu e ter que agüentar isso durante o final de semana;
Ø  Aproveitar a tranquilidade do ambiente, sem interferências externas;
VALORES (sujeitos a alterações sem aviso prévio):
Ø  R$ 700,00A VISTA, mediante pagamento via depósito bancário antecipado;
OU
Ø  R$ 800,00 – pagamento em DUAS PARCELAS, sendo 50% efetuado no ato da reserva mediante depósito bancário e o saldo em dinheiro, na chegada a fazenda.
EXTRAS:
ENCOMENDA DE FOGUEIRA GRANDE:
Boa sugestão para confraternizações! Basta solicitar por e-mail ou telefone antecipadamente, que a preparamos. CUSTO: R$ 100,00;
ENCOMENDA DE TOCHAS DE BAMBÚ:
Opção mais econômica para contraternizações... CUSTO: 20,00.

COMO CHEGAR ATÉ A FAZENDA SCHACHT

Referências
Sentido
Distâncias
BR-470 - Trevo de acesso à Ibirama
Siga em frente
3,22 km
Portal de Ibirama
Siga em frente
120 m
Praça do Imigrante (rotatória)
Siga à direita
200 m
Ponte sobre o Rio Hercílio
Siga à esquerda
240 m
Supermacado Mastervale
Siga à esquerda
3,00 km
Instituto Técnico Federal (antigo Colégio Hamônia)
Siga à esquerda
4,12 km
Curtume Grosch
Siga em frente
416 m
Ponte em concreto
Atravesse a ponte
90 m
Encruzilhada para Dalbérgia
Siga à direita
2 km
Cravil
Siga em frente
3,72 km
Encruzilhada com ponte à direita
Atravesse a ponte e siga à esquerda

270 m
Frigorífico Krumm
Siga à esquerda
1,95 km
Encruzilhada
Siga à direita
1,2 km
Portão de acesso à fazenda
Siga em frente
470 m
Encruzilhada
Siga em frente
140 m
Encruzilhada
Siga em frente
400 m
Portão da fazenda (Cachoeira das Borboletas)
Siga em frente
350 m
Sede da Fazenda Schacht
Bem vindo!

TOTAL = 22 km (aprox.)

Estimando o tempo das caminhadas (4/4)

Dicas importantes

Para saber se a fórmula funciona, verifique o cálculo com as suas excursões preferidas e o utilize antes e durante a caminhada. O cálculo poderá ajudar muito para atestar, por exemplo, se há condições de descer ou subir algum trecho íngreme de uma trilha antes que a noite chegue. Desta forma, aumenta-se a segurança do planejamento.

Imagine que são 15 horas da tarde a ainda faltam 200 metros de desnível até o cume, ou seja, mais ou menos 30 minutos. A descida do cume até o trecho mais difícil serão mais 600 metros de desnível (de 60 a 90 minutos). Considerando 90 minutos, para se ter uma garantia maior, já temos aí pelo menos 120 minutos (2 horas). Se você continuar o trajeto normal, pelo cume, não chegará na parte difícil antes das 17 horas, ainda que não faça paradas. É hora de parar e considerar: como estão os participantes física e mentalmente? Como está o tempo? Devo fazer o cume e descer rápido, sem pausa? Ou seria melhor descansar agora, não continuar subindo, e voltar com tranqüilidade? Caso decida seguir, é bem provável que pegue escuridão: todos os participantes estão com lanterna?

O desnível total de uma excursão serve, além do cálculo da duração, para estipular se o grupo poderá agüentar a empreitada: para iniciantes, o limite deve ficar em torno de 600m, para caminhantes regulares, em 1000m, e para bem treinados, em 1500m. A extensão total não pesa tanto. Afinal qualquer um conseguirá caminhar mais uma hora no plano, mesmo que reclamando.

Use e treine o cálculo! E lembre-se que a montanha estará sempre lá esperando o seu retorno, mesmo que não seja desta vez. Como diz o Hans Kammerlander: só se venceu a montanha depois da descida bem-sucedida.

Texto de Hans Rauschmayer, adaptado por Márcia Soares
Disponível em: http://www.trilhaserumos.com.br/ Acesso: 25/04/2010

Estimando o tempo das caminhadas (3/4)


Um exemplo concreto

Imaginemos que essa trilha será feita por um caminhante padrão e que o primeiro trecho tem 3 km de extensão. Esse número, dividido pelos 5 km/hora da fórmula, dará 36 minutos para a variável extensão. Neste trecho o desnível é de 200 metros. Considerando o caminhante padrão (400 metros/hora), chegamos a 30 minutos para o desnível. Somando as variáveis extensão e desnível teremos 65 minutos neste primeiro trecho.

No segundo trecho da mesma trilha a distância é de 2 Km, o que dará 25 minutos para a extensão. O desnível é de 600 metros, o que nos leva a mais 90 minutos para o desnível (400 metros/hora lembra-se?). Somando-se mais um sobe-e-desce de 100 metros, que resulta em mais 30 minutos, teremos um total de 145 minutos para esse segundo trecho.

Nesse ponto chegamos ao cume de nossa trilha. A subida inteira levou 210 minutos (65 mais 145 minutos), ou seja, três horas e meia.

Este cálculo considerou somente o tempo de caminhada na subida, em trilhas abertas e de fácil orientação. Para chegar ao tempo total da excursão, devemos adicionar:

Pausas – dependem do objetivo da excursão, do estilo pessoal, do tamanho do grupo, de temperatura etc.

Dificuldades – leito de riacho, trechos fechados, escaladas, procura pela trilha. O tempo considerado depende dos participantes. Por exemplo, a carrasqueira, conhecido trecho da Pedra da Gávea (Rio de Janeiro), custa muito tempo para um grupo grande de iniciantes. Já para escaladores experientes, ela não entra na conta.

Condições – na trilha molhada sobe-se e desce-se mais devagar.

Descida – aplica-se o mesmo valor da subida ou um pouco menos. O tempo real depende mais das condições da trilha do que a subida. Em trilha boa e seca, o desnível superado por hora é de 600m. Enfrentando trechos difíceis ou molhados, pode-se levar bem mais tempo descendo que subindo. 




 Texto de Hans Rauschmayer, adaptado por Márcia Soares
Disponível em: http://www.trilhaserumos.com.br/ Acesso: 25/04/2010